Site Suicide Girls, não tem como não amar!


Para quem não sabe o site Suicide Girls é uma espécie de rede social para adultos onde garotas mostram beleza e cultura alternativa. Criado em 2001 por Missy e Sean no Oregon e hoje operado em Los Angeles, o site tem o conceito de redefinir os padrões de beleza mostrando meninas bonitas e gostosas sob uma estética diferente e pouco vista, são mais de 2.000 modelos, magras, altas, cheinhas, com cabelos coloridos, piercing e tatuagem postando suas fotos em ensaios sensuais, chamados de Soft Porn, ou seja, sem qualquer tipo de penetração ou posições explicitas, é a tal nudez de bom gosto! Além das fotos elas participam de grupos em que interagem com os usuários atualizando seus blogs pessoais. Para se tornar uma Suicider, a garota precisa preencher uma série de requisitos exigidos pelo site, como montar um ensaio fotográfico contando uma história, os temas são variados e elas geralmente contam com um fotógrafo profissional, se a garota for aceita ela passa a ser uma Hopeful. Os usuários do site definem se o ensaio da hopeful deve ser comprado ou não por meio de votação. Se as fotos forem aprovadas pelo público, a modelo recebe o titulo de Suicide Girl e $500 pelo ensaio, o ensaio com maior número de comentários na semana recebe mais $1.000. Para as Hopefuls que não foram selecionadas ainda rola uma segunda oportunidade, o Second Chance Sunday. São mais de 300.000 assinantes que pagam $12 por mês para interagir com as pin-ups. Além do site, o Suicide está nas principais redes sociais e organiza eventos no mundo todo. O grupo fez uma parceria com a organização pró-animais PETA, fazendo ensaios nus protestando contra o uso de peles. Também criaram o projeto Pinups for Soldiers (Pinups para soldados), que tinha como objetivo fazer sessões fotográficas no estilo clássico pinup para as tropas americanas. Em 2010 lançaram o filme de terror para DVD, Suicide Girls Must Die e fora todo o material promocional vendido no site como livros, DVDs, camisetas, comics, underwear, acessórios, etc…

Nesse vídeo do PETA as meninas mostram maquiagens Vegan da marca americana Urban Decay, que tem a preocupação de fazer produtos livres de crueldade, testes ou composição animal. Alias hoje em dia muitas empresas de cosméticos tem essa preocupação, é só ficar atento ao selo do coelhinho nas embalagens.

O It Some Girls conversou com a Suicider Sol (Solange De-Ré), que além de linda é uma fofa e foi super gentil em conversar sobre sua participação no Suicide Girls. Solange é escritora (das boas!) e dona do blog Talking Vaca.

Radicada no Brasil desde 1989, Solange nasceu no Paraguay. Foi uma das organizadora da Marcha das Vadias (Slut Walk) que aconteceu dia 04/06/2011 em São Paulo, onde cerca de 300 manifestantes se reuniram na avenida Paulista para protestar contra a responsabilidade da mulher em casos de violência e assédio sexual.

Gostaria que você falasse um pouco sobre você, o que você fazia antes de ser suicide e o que quais são suas atividades atuais?

Meu primeiro ensaio foi em 2005. Estava recém-casada e não tinha muita certeza do que fazer dali pra frente. Tive banda, era tradutora, escrevia como hobby e estávamos começando um negócio juntos, que hoje é o clube Inferno. Meu último ensaio foi em fevereiro desse ano, e hoje minha profissão oficial é escrever.

Como é ser uma Suicider?

É um passo a frente. O público alvo continua sendo homem como qualquer revista masculina, mas o conteúdo foge à regra da tríade bonita, gostosa e estereotipada dentro desse quadro restrito. As Suiciders são coloridas, têm atitude e profissões que exigem mais criatividade.

Como você descobriu o Suicide?

Através da fotógrafa, e amiga, Andrea Lavezzaro.

Como foi o processo para entrar e o que te levou a participar?

Fizemos um ensaio, e não passou na primeira seleção do site. Depois a Andrea mandou o mesmo ensaio e passou. Depois outros três ensaios e saí no livro oficial do SGs, representando o Brasil (ironicamente, aparece a bandeira do Paraguay tatuada).

Como foi o preparo do ensaio e quem fez suas fotos?

Fiz dois ensaios com a Andrea Lavezzaro, o primeiro e o último. E outros dois com a fotógrafa uruguaia, e grande amiga, Karin Koch.

Algumas Suiciders:

11 respostas em “Site Suicide Girls, não tem como não amar!

  1. Pingback: Quartel General Suicide Girls | It Some Girls

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s