Rock socks!


Se você acha que meias servem só para esquentar os pés e dar um charme no visual, erraram! O fotográfo britânicoThorm Moore, teve a brilhante ideia de reproduzir capas de discos famosos utilizando meias na composição das artes.

O registro completo do artista, pode ser visto no site: Famous album covers recreated with my socks (capas de álbuns famosos recriadas com minhas meias), onde discos icônicos como dos Strokes, do Velvet Underground, do Primal Scream, do Mettalica e do Pink Floyd ganharam versões divertidas e inusitadas, criadas e registradas por Moore. Vale a pena conferir!

“Is This It” (2001), dos Strokes

“The Velvet Underground & Nico” (1967), do Velvet Underground

“The Dark Side of the Moon” (1973), do Pink Floyd

“Screamadelica” (1992), do Primal Scream

“Black Album” (1991), do Mettalica

Tatuadora Melina Casteletto lança linha de design


Essa novidade é para quem gosta de houseware com estilo! Melina Casteletto já era conhecida pelo seu talento como tatuadora, agora ela lança uma linha de design – as primeiras peças são porta copos e jogos americanos estampados com desenhos psicodélicos e caveiras, que originalmente surgiram em papel canson com aquarela e nanquim, aos poucos esses desenhos foram ganhando forma e se tornaram objetos incríveis. A criatividade da Mel vai além, logo ela lançará camisetas, posters e ecobags, fiquem ligados que eu mostrarei tudo em primeira mão para vocês!

Curtiu o trabalho da Mel? As peças estão disponíveis no Soul Tattoo Art & Café e os valores variam de R$ 5,00 à R$ 20,00. Corre lá, as peças são exclusivas e limitadas!

Soul Tattoo Art & Café

Funcionamento: de segunda à sexta – das 11h às 20h/ sábado – das 11h às 18h

Local: R. Oscar Freire,2203 – Jd Paulista

Tel.: 11 3063-3435

Site: www.soultattoo.com.br

Blog: http://www.soultattoo.com.br/blog/

Twitter: @soultattoo_

Facebook: Soul Tattoo Art e Café

Galeria de fotos: http://www.flickr.com/photos/soultattooartecafe/sets/

OMG, Shoes!!!


Já estavam com saudades do It Some Girls? Eu também!!! Depois de uma semana corrida, volto para mostrar a vocês os sapatos mais legais do mundo!

“Quando eu criar eu quero ser a conversa da sala”, diz Taylor Reeve.  “Eu estou sempre pensando na garota badass, única ,sexy e desejada. A menina que não tem medo de expor sua opinião, a menina cuja confiança vai além. A menina que constrói seu próprio estilo e arrasa”

Essa é a Taylor, uma jovem artista norte-americana sediada em San Diego, Califórnia.  Além de ser designer de calçados, já trabalhou para a Quicksilver e SkullCandy e também faz grafite nas horas vagas. Foi juntando a paixão por artes plásticas e o talento para criar sapatos que Taylor chegou à sua máxima performance criativa: Ela fez um híbrido do que pareciam ser mundos completamente distintos – uniu o glamour e a extravagância dos sapatos de salto à cultura pop marginal e criou a divertida  coleção “Taylor Says”.

A coleção é, no mínimo, bem original. Taylor segue o exemplo de Louboutin e deixa a sua marca no solado, mas ao invés da sola vermelha, marca registrada do estilista francês, a moça imprime em cada sapato os seus desenhos exclusivos: Caveiras de açucar, Pin-ups, Zumbis,Tattoos e etc. todos pintados a mão usando a técnica do grafite. O modelos são únicos  e vendidos em média por 500,00 reais no Etsy. Não são o máximo?!

Cabeça feita


Sabe aqueles penteados que a gente vê nos red carpets, desfiles ou revistas e logo pensa – só um cabeleireiro pode fazer isso! Que nada, é mais fácil do que a gente pensa…Fuçando no Pinterest, encontrei muitos DIYs sobre penteados, alguns bem fáceis e outros com grau de dificuldade um pouquinho maior, mas nada impossível de ser feito por nós mesmas. Reserve um tempinho para treinar antes de por em prática, tenha paciência e mãos à obra!

Coque Alto – penteado favorito das meninas de Paris. Prático, ótimo para o dia-a-dia ou noite. Não requer grandes preparos como escova e chapinha (ufa!). Se você tiver cabelo muito liso, pode dar uma texturizada com babyliss, mas essa parte é opcional. Você vai precisar de grampos e spray de cabelo.

Coque baixo lateral – Legal para casamentos e festas glamurosas. Antes de começar o penteado faça uma escova e modele a franja com babyliss. Faça uma risca lateral e reserve a franja. Com um pente desfie a parte superior, divida em mechas, torça e enrole. Faça vários coques e finalize prendendo a franja lateralmente. Você vai precisar de spray e grampos, se quiser usar um broche na lateral, fica lindo também.

Coque baixo bagunçado – essa versão é parecida com a de cima, mas mais descontraída e fácil de fazer!

Trança lateral – Trata-se de uma trança embutida que vai descartando as mechas de um lado e pegando mais cabelo para repor. Essa é boa para cortes de cabelo médios ou repicados.

Trança Espinha de Peixe – a primeira coisa a saber é que, ao contrário das tranças convencionais, a espinha de peixe não é feita com o cruzamento de três grandes mechas de cabelo. O cabelo deve ser dividido em apenas duas partes.

Em seguida, separe uma pequena mecha de um dos lados e junte-a à mecha grande do outro lado, e vice-versa. É importante apertar um pouco o penteado depois de cada movimento, para que o resultado fique mais firme. Trance uma mecha sobre a outra, até que todo o cabelo esteja preso.

Como essa é um pouquinho mais complexa, encontrei um vídeo que explica melhor:

 

Adele no Grammy 2012 – unhas Louboutin inspired


Toda trabalhada na sola e nas unhas, a cantora Adele exibiu no Grammy Awards 2012, um visual glamuroso e clássico – vestido Armani, joias Cartier, batom vermelho matte e  unhas idênticas aos sapatos Louboutin: glitter prateado na parte superior e esmalte vermelho no interno da unha, reproduzindo as famosas solas do sapateiro.

Você sabia que Christian Louboutin criou sua marca registrada usando esmalte de unhas? Em 1993, enquanto o guru dos sapatos trabalhava em sua nova criação, sua assistente pintava as unhas ao seu lado. Louboutin, imediatamente se inspirou no vermelho cereja e pintou a sola do sapato com o esmalte. Pronto, e assim nasceu as mundialmente famosas solas vermelhas.

Gostou da ideia? Veja como é fácil fazer as unhas Louboutin inspired:

O que você vai precisar:

  1. Esmalte vermelho
  2. Esmalte preto ou qualquer outro de sua preferência. Para as unhas da Adele, você vai precisar de um esmalte prata com glitters.
  3. Cotonetes
  4. Removedor de esmaltes

Primeiro passo:

Pinte o lado interno das pontas das unhas. Aplique duas mãos de esmalte vermelho em todas as unhas. O esmalte da foto é It`s Rainning Men da Deborah Lippman, mas você pode utilizar qualquer esmalte vermelho, minha sugestão é o Antares da Big Universo.

Segundo passo:

Limpe o excesso das pontas com o cotonete ou palitinho e algodão.

Terceiro passo:

Primeiro aplique base incolor e depois duas mãos de esmalte preto, o da foto é o Onix da OPI, mas você pode utilizar outro esmalte, eu adoro o Black da Colorama. Finalize com extra brilho para um efeito brilhante e durador.

Voilá, unhas de rica!

DIY – Glitter shoes para brilhar no fim de semana


Aproveitando minha obsessão por tudo que brilha, resolvi colocar a mão na massa e testar meu próprio DIY (faça você mesmo em inglês). Escolhi como cobaia uma sandália velhinha esquecida no armário, mas você pode aproveitar sapatilhas, tênis, botas, scarpins, carteiras, clutches, cintos, etc… No caso, eu usei brocal (um tipo de glitter mais grosso) prata misturado com um pouco de glitter normal preto para escurecer o tom, isso é opcional. O processo é rápido e o melhor, pode ser usado no mesmo dia!

O que você vai precisar:

  • Cola Pano
  • Brocal prata
  • Glitter preto
  • Fita crepe para isolar as partes que você não quer aplicar
  • Pincel (eu usei um pincel de base velho, mas pode ser qualquer um de cerdas duras)
  • Lixa de unha para dar acabamento

Trabalhe em cima de uma revista velha ou jornal. Fica mais fácil para limpar.

Isole todas as partes que você não quer o glitter. Se for aplicar no calçado todo, isole também a sola e coloque um jornal por dentro.

Aplique a cola direto na superfície. Se ela for muito lisa, dê uma lixada de leve antes de aplicar a cola para aumentar a aderência.

Espalhe com pincel.

Jogue o glitter aos poucos, como se estivesse usando um saleiro e espalhe por toda superfície de maneira uniforme.

Depois de aplicar, dê leves batidinhas para tirar o excesso. Deixe secar por uns 20 minutos ou até ficar bem seco.

Repita o processo. A cobertura deve ser toda por igual, sem falhas.

Deixe secar. Depois de seco, lixe as bordas para retirar os excessos.

Pronto! Já pode brilhar de sapato de novo!!

A descendente Shailene Woodley


Aos 21 anos, a atriz que ficou conhecida pelo público adolescente na série “The Secret Life of the American Teenager”, está despertando a atenção dos adultos como a filha mais velha de Jorge Clooney em  “Os Descendentes”. Bonita e talentosa, foi indicada como melhor atriz coadjuvante no Golden Globes e no Independent Spirit Awards desse ano. Com o filme, vieram os eventos, e com os eventos, um look mais lindo que o outro! Tudo bem feminino e atual, uma graça! Esperta, a atriz declarou que já contratou uma stylist, então com certeza a veremos em muitos outros looks bacanas!

 

Nouvelle Vague e a moda


Desde que apareceram nas telas do cinema, os filmes da Nouvelle Vague (nova onda, em francês) nunca saíram de moda. De tempos em tempos, as referências da época aparecem nas passarelas e nas ruas, retomando o estilo e a atitude do movimento encabeçado por cineastas como Truffaut, Godard e Chabrol, um dos primeiros diretores da época, que faleceu em 2010.

A Nouvelle Vague é bem conhecida pelo seu estilo arrojado e técnicas experimentais de filmagem, tanto visuais como narrativas. O movimento foi influenciado na época por auteurs de Hollywood (John Ford, Orson Welles, Alfred Hitchcock) e também pelo neo-realismo italiano. Foi um movimento de cinema preocupado com a situação da classe trabalhadora.

Nessa abordagem realista não havia uma preocupação com a moda propriamente dita, os figurinos de muitos filmes da Nouvelle Vague francesa retratavam o estilo básico usado na época. Então, qual é a diferença entre ser inspirado pelos filmes e ser inspirado pela moda dos anos 60, e porque os designers são tão loucos por ela? A influência da Nouvelle Vague na moda, sem dúvida tem muito a ver com uma atitude geral – o je ne sai quoi dos ícones da época – assim, como acontece com o figurino usado pelas estrelas nos filmes de hoje. Não se trata do que foi usado nos filmes, mas quem usou e como usou.

Assim como os roteiros, os figurinos também tinham um toque de contestação. Os solitários existencialistas e as divas cool dos anos 50 e 60 revelaram ao mundo, por meio de sua caracterização, uma nova geração de homens e mulheres que emergiam na Europa do pós-guerra: amorais, fragmentados e ambíguos.

Politica, sexual e algumas vezes violenta, a Nouvelle Vague francesa vem servindo de inspiração para a moda a mais de 50 anos. Para o estilista Jason Wu, a atitude “travessa” e “indiferente” dos filmes foi a luz de inspiração para a coleção de primavera feita para a Target online (infelizmente não entregam no Brasil). Nesse vídeo gracinha, o gato Milu mostra a coleção francesinha retrô de Wu, uma homenagem à Nouvelle Vague:

Agora que tal fazer uma sessão pipoca e se inspirar na “nova onda” francesa?

 

  • Viver a Vida – Vivre sa Vie ( Jean-Luc Godard – 1962) 

Nana (Anna Karina) é uma jovem que abandona o seu marido e o seu filho para iniciar sua carreira como atriz. Para financiar sua nova vida começa a trabalhar numa loja de discos, mas não ganha muito dinheiro. Como não consegue pagar o aluguel, é expulsa de casa e decide virar prostituta. No primeiro dia que começa a trabalhar na rua, reencontra Yvette, uma velha amiga que lhe confessa que também se prostitui por necessidade. Yvette lhe apresenta a Raoul, que passa a ser seu catetão.

  • Jules and Jim – Uma Mulher para Dois (François Truffaut, 1962)

O filme conta a história de Jules, um alemão ingênuo, e Jim, um francês do tipo elegante e sedutor. Eles são amigos e se apaixonam pela mesma mulher.

  • O Desprezo (Jean-Luc Godard, 1963)

Paul Javal é um roteirista que vai para Roma trabalhar numa adaptação de A Odisséia, de Homero, que o diretor Fritz Lang está rodando na cidade. Paul é casado com a bela Camille ( Brigitte Bardot) e se arde de ciúmes quando ela aceita uma carona do produtor do filme, Jeremy Prokosch. Durante uma longa cena doméstica Camille fala de seu desprezo pelo marido. O rompimento acontece em Capri, onde são realizadas as externas do filme.

  • Acossado – Breathless (Jean-luc Godard, 1959)

Após roubar um carro em Marselha, Michel Poiccard vai para Paris. No caminho mata um policial e em Paris convence a relutante Patricia Franchisi, uma estudante americana com quem se envolveu, para escondê-lo até receber o dinheiro que lhe devem. Michel promete a Patricia que irão juntos para a Itália, no entanto o crime de Michel está nos jornais e agora não há opção. Ele perde a consciência da situação na qual se encontra e anda pela cidade cometendo pequenos delitos, mas quando é visto por um informante começa o final da sua trágica perseguição.

*As fotos foram ilustradas com modelos de Jason Wu.

E se Karl Lagerfeld e Anna Wintour virassem personagens dos Simpsons?


Marc Jacobs disse que a maior honra da sua vida foi fazer parte do South Park, será que Karl Lagerfeld diria o mesmo se fosse transformado em um personagem dos Simpsons? Depois de ter a imagem estampada em latas de Coca Cola e sombras da Sephora, acho que ele iria gostar sim, porque ficou o máximo!

O cartunista italiano Alexsandro Palombo deu um passo a frente e desenhou os pesos pesados  da alta costura como personagem dos Simpsons. Além do estilista, Anna Wintour, Grace Coddington, e Diane Pernet entraram na brincadeira:

Karl lagerfeld, estilista da Chanel.

Anna Wintour, editora chefe da Vogue América.

Grace Coddington, diretora de criação Vogue América.

A jornalista e blogueira Diane Pernet  e Karl Lagerfeld.

Os Simpsons já tiveram seu momento fashion em 2007, quando a Harper Bazzar publicou um editorial com os personagens em Paris, o resultado não poderia ter sido melhor:

Como se fosse ontem…


Brad Elterman teve a adolescência dos sonhos de qualquer jovem nos anos 70. Natural de Los Angeles, em 1974 com 16 anos, ele teve a sorte de fotografar um show de Bob Dylan, a partir dai foi um passo para estar metidos nas melhores festas e inferninhos de Hollywood na companhia de rock stars, astros do cinema e groupies. Mesmo diante de todas as tentações o jovem Brad se profissionalizou e suas fotos correram o mundo, algumas delas podem ser conferidas no livro Like It Was Yesterday: The Photographs of Brad Elterman. Hoje, com 50 anos, Brad relembra os áureos tempos onde as pessoas não mediam esforços para festejar: “Os anos 70 eram um tempo especial, existia mágica. Nos anos 80, tudo começou a perder um pouco a graça”.

O trabalho de Brad chama atenção pelo grau de intimidade que ele tinha com os famosos. Com seu jeito tímido, ganhou a confiança de gente que parecia ser inatingível: “É importante que as pessoas tenham confiança em você. Na época, eu era um adolescente cabeludo e tímido. Era um lance meio parecido com o que acontece no filme Quase Famosos. Por isso fui aceito no circuito dos figurões. Perceberam que eu estava lá como um amigo, sem a intenção de fazer algum tipo de sacanagem ou de me aproveitar das situações”.

Hoje Brad ainda trabalha com fotografia, mas prefere ficar por traz das câmeras, pois não vê sentido em fotografar as celebridades atuais: “Vou fotografar quem? Britney Spears, Paris Hilton? Essa gente não me interessa. Não basta ser celebridade, tem que ter pelo menos um pouco de talento. E não enxergo muito isso hoje em dia”. Faz todo sentido Mr. Elterman…

!974 – Bob Dylan através dos olhos do fotografo.

Bob Dylan e Robert De Niro

John Travolta e Olivia Newton John

Brooke Shields e Gene Simmons – Essa foto foi tirada em 1979 na festa da banda Blondie     na loja Fiorucci em Beverly Hills. A imprensa queria exatamente isso, uma imagem divertida de uma celebridade internacional e um rock star. Os japoneses ficaram loucos, Brooke tinha só 13 anos.

!977 – Debbie Harry, no primeiro show da banda Blondie em Los Angeles no clube Wiskey A Go Go.

Joan Jett no Whiskey A Go Go em 1977.

Tirar uma foto do Bowie era missão praticamente impossível, Brad não era conhecido e somente alguns fotógrafos tinham acesso a ele. Brad ficou sabendo que Bowie estava gravando até tarde no estúdio Cherokee Recording Studios em Fairfax Blvd em  Hollywood, o garoto matou aula e correu logo cedo para a frente do lugar, às seis da manhã ele conseguiu a foto e um bom dia do ídolo.

1981 – Duran Duran no Riot House. Como a banda ainda não conhecia Los Angeles, Brad fez um tour com os caras pela Sunset Strip em seu Mercedes.

1977 – Festa no hotel Beverly Hills.

1978 – Bebe Buel e Stiv Bators, vocalista da banda Dead Boys na festa da Fiorucci em Beverly Hills. A grife Fiorucci era famosa pelas roupas ousadas e pelas festinhas divertidas.

Brad tinha uma grande amizade com os Ramones, frequentavam lugares como Duke’s Coffee House na Santa Monica Blvd e Tropicana Motor Hotel, lugares frequentados por punks e rockers. Joe foi fotografado no estacionamento de um estúdio em Hollywood.

1977 – Cherie Currie fumando em sua cama. A imprensa queria fotos como essa, a intimidade das The Runaways, como Brad era muito amigo das garotas, ele conseguia as melhores poses.

I want your bussiness card! Em 1978, em uma visita do Led Zeppelin a Los Angeles, Brad conseguiu a foto e um xingo de Robert Plant.

1976 – Foto encomendada pelo London Daily Mirror, Rod Stewart paquerando uma garota.

Brad Elterman e seu livro.

Veja mais fotos e histórias no site de Brad Elterman.