Pinte seu cabelo like a pro!


Quem nunca pensou e se coçou de vontade de tingir o cabelo em casa? Essa é uma prática bem antiga que evoluiu bastante, hoje as colorações têm cada vez mais tecnologia e qualidade. Elas colorem perfeitamente enquanto tratam os fios.

Resolvi compartilhar com vocês algumas dicas pra não errar na aplicação, tirar melhor proveito do produto e não manchar seu lindo banheiro, mãos, rosto e toalhas. Isso vale para tinturas e tonalizantes.

Eu uso o tonalizante Color Touch da Wella de uso profissional. Ele contém proteínas que  suavizam a fibra do cabelo criando uma superfície mais plana que reflete melhor a luz. Não resseca, deixa o cabelo com cara de bem tratado e um brilho incrível. Já testei outros mas esse ainda é o melhor.

Lembrando que o tonalizante sai aos poucos, por igual, com a lavagem e a ação do clima. Já a tintura permanente dura mais – tanto que os retoques devem ser feitos apenas na raiz para não saturar o cabelo com pigmentos. O tonalizante dura em média uns 25 dias, lavando e tratando com produtos para cabelos tingidos.

Antes de tudo, se você nunca tingiu ou tonalizou os cabelos em casa é legal fazer um teste de sensibilidade na dobra do braço com 24 horas de antecedência, para saber se você tem alergia à química. Importante: Não lave a cabeça antes da aplicação, pois a oleosidade natural protege o couro cabeludo.

Vamos para a parte prática:

Escolha uma roupa podrinha e fácil de tirar.

Proteja a pele que contorna a raiz do cabelo com creme de barbear, isso mesmo, aquele creme azul Bozanno, sabe? Descobri que é melhor protetor contra manchas! Espalhe-o na testa, nas laterais, na nuca, em cima e atrás das orelhas.

Use luvas de borracha ou plástico, nunca aplique o produto sem luvas!

Divida o cabelo em seções e use prendedores para manter as mechas no lugar, isso facilita na hora da aplicação.

Alguns produtos acompanham frasco aplicador, outros, como o  Colour Touch da Wella precisam ser misturados em um recipiente, nesse caso, use sempre um potinho de plástico, vidro ou porcelana, nunca de metal!

Aplicação: com a ajuda do frasco aplicador ou de um pincel próprio para tintura passe a mistura no comprimento, massageando os fios mecha por mecha. Deixe a raiz (quatro dedos) por último. Agora, sim, aplique a tinta na raiz, do centro do couro cabeludo para baixo, cobrindo a área que não recebeu a tintura. Espere o tempo de ação recomendado pelo fabricante.

Se for retoque, o processo é inverso, primeiro a raiz e depois as pontas.

Enxágue os fios no chuveiro até a água ficar transparente e aplique o creme ou ampola de tratamento.

Espere pelo menos 24 horas para lavar os cabelos novamente, isso garante maior fixação da cor!

SEMPRE faça uma hidratação após a tintura! Eu uso a ampola Powerdose Color da  L`Oréal ou a Superdose do Celso Kamura que é ótima e você encontra fácil em grandes perfumarias.

NUNCA dispense a ajuda de um profissional caso você tenha muitas dúvidas ou quando você quiser fazer uma mudança radical. Como eu tonalizo meu cabelo de preto faz tempo, já sei qual a cor e o produto que funcionam pra mim.

E você? Já tingiu ou tinge o cabelo em casa? Conta pra gente! 🙂

Anúncios

Big Eyes


Como não amar os olhos grandes de Katy Perry e Zooey Deschanel?

Com apenas alguns truques você consegue olhos de boneca em minutos! O maquiador de Zooey Deschanel, Jorjee Douglass dá dicas preciosas de como abrir o olhar e aumentar olhos pequenos:

1- Escureça linha dos cílios

Escurecer a linha dos cílios dá mais ênfase ao formato do olho, que opticamente o faz parecer maior. A linha deve ser bem fina “sujando” a raiz dos cílios e cobrindo somente 3/4 da linha dos cílios, pare antes do canto interno dos olhos. Faça o contorno com sombra ou lápis, as clarinhas podem optar por tons de marrom e as morenas ou negras pelo preto.

2- Curve  os  cílios

Esse truque é antigo e bem conhecido. Curvar os cílios ajuda a aumentar os olhos e despertar o olhar. Para dar uma turbinada no seu curvex, use o secador de cabelo para aquecê-lo – apenas alguns segundinhos! Você não vai querer tostar as pestanas, não é mesmo?

3- Use um lápis iluminador

Lápis nude  ajuda a abrir o olhar instantaneamente! Contorne toda a linha d`água com o lápis e aplique também abaixo da sobrancelha. O resultado é surpreendente!

 

 

Homens de esmalte?


Rockstars, celebridades e designers de moda sempre ousaram no hábito de pintar as unhas (Estamos olhando para você Johnny Depp!). Mas o que leva um cara normal usar esmalte colorido? Estilo e tendência! Uma forma de auto afirmação e atitude ou simplesmente o desejo de estar na moda. Pensando nisso, algumas marcas de cosméticos saíram na frente e criaram linhas exclusivas para os homens. Mas quais são as preferências masculinas quando o assunto é esmaltes?

Segundo Mike Potter, criador da marca de esmalte Ko Knockout, há dois roqueiros que estão entre os primeiros clientes do esmalte preto. São eles Ozzy Osbourne e Tommy Lee da banda Motley Crue. O empresário ainda afirma que cria muitas cores pensando nos homens e que estes são apaixonados por esmaltes nas unhas dos pés. As cores são, o cinza claro (Concrete), azul turquesa (Pool) e o verde (Liberty):

Outra marca que aposta nos esmaltes masculinos é a ManGlaze, criada por Marc Alexandre Paez que se orgulha dos homens que usam esmalte. “Nossa missão é mudar o modo com a sociedade vê o esmalte e quem poderia usá-lo”, afirma Paez. E não é só isso, o empresário diz que apesar da cor preta ser um sucesso, ele está se preparando para lançar o branco fosco que promete ser o novo preto.

Uslu criou uma coleção destinada aos Dj´s, que deixam suas mãos à mostra a todo momento trabalhando nas pistas. Outra marca que foge do tradicional, é a BB Coutoure que fabrica esmaltes desde a base até cores metálicas e peroladas.

Quem inspira  a marca Alpha Nail são os lutadores de MMA e campeões do UFC, RogerHuerta e Chuck Liddell assim como o guitarrista da banda Jane`s Addiction, Dave Navarro. Segundo a marca, eles são “machos alfa” que “adornam suas unhas com pintura de guerra”.  Os nomes dos tons são bem sugestivos, como:  “Benjamins” (verde mint ),”Cocaine” (rosa pálido) e “Burnin Rubber” (Azul Escuro) além da coleção de foscos e metálicos.

Veja quem usa e faz a moda:

Slash

Príncipe Harry

David Navarro e Marilyn Manson

Marcelo Antony

Seal

Kingstone, filho de Gwen Stefani com Gavin Rossdale

Back to MAC


Muitas já conhecem, mas tem gente que ainda não ouviu falar do Back to MAC. Por isso, resolvi compartilhar aqui com vocês. Juntando 6 embalagens plásticas vazias da MAC, você pode ir à uma das lojas MAC e trocar por um batom! Perfeito, não?

O Programa tem algumas regrinhas, que são as seguintes:

Devido ao comprometimento com o meio ambiente, a MAC aceita o retorno de suas embalagens através do programa Back to MAC. Ao retornar 6 embalagens à uma loja da MAC você recebe um batom grátis de sua escolha como agradecimento. Como 100% da renda arrecadada na venda dos produtos Viva Glam é destinada à organizações que ajudam pessoas que vivem com o vírus HIV, essas cores são excluídas do programa Back to MAC.

A maioria das embalagens dos produtos MAC é aceita no programa Back to MAC. As embalagens abaixo não são aceitas:

1. A segunda embalagem do produto, ou seja, as embalagens de papel e as sacolas. Embalagens de vidro também não contam, por exemplo, bases e o delineador Fluidline.
2. Amostras, ou seja, frações de produtos que a gente acha à venda pela internet.
3. Aplicadores e utensílios, como esponjas, apontadores, pinças, curvex, etc.
4. Acessórios como necessaires, cílios postiços, cinto para pincéis, etc.

Sei também que a MAC aceita qualquer embalagem que tenha plástico na sua embalagem, ou seja, os lencinhos demaquilantes também servem para o programa. No entanto, tampinhas de lápis, por exemplo, que também são de plástico, não são aceitas. Máscaras também podem ser trocadas.

Batons adquiridos no programa Back to MAC não podem ser usados em um Back to MAC futuro.

Se você mora nos EUA ou está com viagem marcada e tem 6 embalagens pra trocar, existe a opção de trocá-las por uma sombra, um batom ou um gloss em uma loja da MAC. Se for trocar em um daqueles quiosques da Macys, por exemplo, só dá pra trocar por um batom mesmo.

Com relação à pratica do Back to MAC, é muito simples. Eu já fiz uma vez e deu super certo. Então nada de jogar as embalagens fora, o planeta e o seu necessaire agradecem!

CORREÇÃO:

Batons adquiridos no programa Back to MAC não podem ser usados em um Back to MAC futuro.

Na verdade, podem sim! O que não pode é trocar um batom adquirido no Back to MAC por outro de outra cor, pois a nota fiscal é diferenciada.

A história da arte…Nas unhas!


Na próxima vez que você escolher um esmalte lembre-se que esse ritual se repete há 7.000 anos. Isso mesmo – a história do esmalte ou nail art é longa e cheia de altos e baixos, momentos geniais, apetrechos e muito mais.

O It Some Girls retrocedeu na história para entender melhor a prática da decoração dos dígitos que se estende por civilizações e continentes. Aparentemente, nós não somos as únicas que gostam de ter as unhas feitas.

Com vocês, a ilustre história ilustrada das unhas:

5000 aC – Embora a origem exata dos cuidados com as unhas seja obscuro, muitas  fontes dizem que tudo começou na Índia, as mulheres tingiam suas mãos com henna – prática que continua até hoje.

 

 

 

 

 

 

 

 

3000 aC – Os chineses criaram uma complexa formula de goma-arábica, gelatina, cera, tintas vegetais e clara de ovos. Pétalas de rosa e orquídea contribuíram para produzir tons do rosa ao vermelho, mas a aplicação do “esmalte” era complicada e por vezes, deveria ser feita durante a noite, para produzir um efeito pigmentado diferente.

 

 

 

 

 

600 aC Durante a dinastia chinesa Chou, os aristocratas preferiam exibir longas unhas prateadas e douradas. Ponteiras adornadas com jóias protegiam as unhas e eram símbolo de riqueza.

 

 

 

 

 

 

 

 

0-1800 AD – Por um longo período durante a Idade Média, fazer as unhas era  mais ou menos considerado uma coisa do passado. De fato, era a idade das trevas! Foi durante a Renascença que a velha tradição de fazer as unhas voltou a moda entre as ricas mulheres europeias – embora evitassem qualquer tipo de pigmento.

No entanto, houve um ponto positivo neste período; no século 15, oceanos de distância, os Incas inventaram as “unhas artisticas” que conhecemos hoje, eles decoravam as unhas com complexas imagens de águias.

 

1800 – 1900 – Na era vitoriana usavam somente um simples óleo vermelho claro polido com camurça. Esse tratamento minimalista foi em parte devido aos transparentes ideais de beleza interior, higiene física e pureza moral. A etiqueta recomendava somente suco de limão e vinagre para clarear as pontas das unhas, Flauber comparou em seu mais famoso romance (1856) as unhas de Emma Bovary com o mais claro e limpo marfim.

 

 

 

 

1920 – A era irreverente melindrosa dos anos 20 vestia roupas novas e uma nova atitude. Revigorou a cena das unhas com o vermelho old-school, assim como a manicure meia lua.

 

 

 

 

 

 

 

 

1930 – Em 1932, A Revlon lança a sua primeira linha de esmaltes com cores nunca vistas antes! Era possível estar na moda de forma bem econômica durante a Depressão. Inspirado nas tintas automotivas, o maquiador Frances Michelle Menard teve a ideia de usar cores solidas ao invés de somente tingir as unhas. A partir daí, os irmãos Revlon e o químico Charles Lachman colocaram a mão na massa e criaram o esmalte que conhecemos hoje.

 

 

 

1930 – 1950 – Em 1934, o dentista Maxwell Lappe criou o primeiro conjunto de unhas postiças para os pacientes que roíam unhas. Em 1955, outro dentista, Frederico Slack, que após tentar consertar uma unha quebrada com o acrílico, acidentalmente inventou as chamadas extensões de acrílico para unhas.

 

 

 

 

 

 

1960 – Unhas em tons pastel eram populares nos anos 60. Estrelas como Farrah Fawcett e Goldie Hawn combinavam as cores das unhas com os olhos e os cabelos. As unhas ficaram mais naturais.

 

 

 

 

 

 

 

 

1970 – A prática de aplicar longas unhas falsas tornou-se generalizada. Para corresponder a demanda, o número de salões cresceu consideravelmente. Em 1976, o norte-americano Jeff Pink criou a francesinha, perfeita para as ocupadas estrelas de Hollywood.

 

 

 

 

 

 

 

1980 – Assim como na moda, houve uma explosão de esmaltes coloridos e nada tímidos. Tinha de tudo, do neon ao glitter.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1990 – Os anos 90 trouxeram o minimalismo, cores tradicionais como vermelho, nude, e rosa voltaram à moda. Os fãs do grunge também tiveram seus momentos, com esmaltes propositalmente lascados.

Até pouco tempo atrás houve um revival da modinha, lembram?

 

 

 

 

 

 

2000 – Com texturas modernas, brilhos e enfeites, as unhas passaram de simples à um plano elevado. Tem havido um nível de interesse sem precedentes nas unhas artísticas ou nail art, bem como na industria das unhas. Hoje, mãos bem feitas não é somente uma questão de higiene e boa aparência, mas sim um acessório poderoso na hora de compor um look, além de refletir a personalidade e o estado de espírito.

 

 

 

 

Qual a história das suas unhas? Conte para a gente, qual é a sua moda e estilo preferido!

Beleza em 10 minutos


Pressa não é desculpa para sair de cara lavada. Tenho certeza que em 10 minutinhos no máximo você consegue finalizar uma make, e mais certeza tenho de que nós, mulheres, temos o básico do básico para iniciar uma simples maquiagem, não é mesmo?

Vamos lá, coragem! Seja onde estiver, que tal dar um tapa no visual? Notem como podemos ficar mais bonitas e receber elogios quando estamos com a cútis linda. 😉

Follow my blog with Bloglovin

Cabeça feita


Sabe aqueles penteados que a gente vê nos red carpets, desfiles ou revistas e logo pensa – só um cabeleireiro pode fazer isso! Que nada, é mais fácil do que a gente pensa…Fuçando no Pinterest, encontrei muitos DIYs sobre penteados, alguns bem fáceis e outros com grau de dificuldade um pouquinho maior, mas nada impossível de ser feito por nós mesmas. Reserve um tempinho para treinar antes de por em prática, tenha paciência e mãos à obra!

Coque Alto – penteado favorito das meninas de Paris. Prático, ótimo para o dia-a-dia ou noite. Não requer grandes preparos como escova e chapinha (ufa!). Se você tiver cabelo muito liso, pode dar uma texturizada com babyliss, mas essa parte é opcional. Você vai precisar de grampos e spray de cabelo.

Coque baixo lateral – Legal para casamentos e festas glamurosas. Antes de começar o penteado faça uma escova e modele a franja com babyliss. Faça uma risca lateral e reserve a franja. Com um pente desfie a parte superior, divida em mechas, torça e enrole. Faça vários coques e finalize prendendo a franja lateralmente. Você vai precisar de spray e grampos, se quiser usar um broche na lateral, fica lindo também.

Coque baixo bagunçado – essa versão é parecida com a de cima, mas mais descontraída e fácil de fazer!

Trança lateral – Trata-se de uma trança embutida que vai descartando as mechas de um lado e pegando mais cabelo para repor. Essa é boa para cortes de cabelo médios ou repicados.

Trança Espinha de Peixe – a primeira coisa a saber é que, ao contrário das tranças convencionais, a espinha de peixe não é feita com o cruzamento de três grandes mechas de cabelo. O cabelo deve ser dividido em apenas duas partes.

Em seguida, separe uma pequena mecha de um dos lados e junte-a à mecha grande do outro lado, e vice-versa. É importante apertar um pouco o penteado depois de cada movimento, para que o resultado fique mais firme. Trance uma mecha sobre a outra, até que todo o cabelo esteja preso.

Como essa é um pouquinho mais complexa, encontrei um vídeo que explica melhor:

 

Adele no Grammy 2012 – unhas Louboutin inspired


Toda trabalhada na sola e nas unhas, a cantora Adele exibiu no Grammy Awards 2012, um visual glamuroso e clássico – vestido Armani, joias Cartier, batom vermelho matte e  unhas idênticas aos sapatos Louboutin: glitter prateado na parte superior e esmalte vermelho no interno da unha, reproduzindo as famosas solas do sapateiro.

Você sabia que Christian Louboutin criou sua marca registrada usando esmalte de unhas? Em 1993, enquanto o guru dos sapatos trabalhava em sua nova criação, sua assistente pintava as unhas ao seu lado. Louboutin, imediatamente se inspirou no vermelho cereja e pintou a sola do sapato com o esmalte. Pronto, e assim nasceu as mundialmente famosas solas vermelhas.

Gostou da ideia? Veja como é fácil fazer as unhas Louboutin inspired:

O que você vai precisar:

  1. Esmalte vermelho
  2. Esmalte preto ou qualquer outro de sua preferência. Para as unhas da Adele, você vai precisar de um esmalte prata com glitters.
  3. Cotonetes
  4. Removedor de esmaltes

Primeiro passo:

Pinte o lado interno das pontas das unhas. Aplique duas mãos de esmalte vermelho em todas as unhas. O esmalte da foto é It`s Rainning Men da Deborah Lippman, mas você pode utilizar qualquer esmalte vermelho, minha sugestão é o Antares da Big Universo.

Segundo passo:

Limpe o excesso das pontas com o cotonete ou palitinho e algodão.

Terceiro passo:

Primeiro aplique base incolor e depois duas mãos de esmalte preto, o da foto é o Onix da OPI, mas você pode utilizar outro esmalte, eu adoro o Black da Colorama. Finalize com extra brilho para um efeito brilhante e durador.

Voilá, unhas de rica!

E as unhas da Lana Del Rey?


Depois de alcançar o primeiro lugar no Reino Unido e o segundo nos Estados Unidos, Lana Del Rey firma os pés no mundo da moda. Dessa vez ela reaparece levando sua beleza à capa da Vogue UK, fotografada por Mario Testino. Com look romântico Louis Vuitton e unhas afiadas, Lana mostra mais uma vez o poder que a moda tem sobre a música e vice-versa.

O estilo candy, o cabelo ondulado e volumoso, a make e até o  preenchimento labial são legais, mas….E as unhas? Eu ainda tenho algumas dúvidas sobre as unhas stiletto…Talvez a versão “quadradinha” que aparece no vídeo “Born To Die” seja mais “usável”:

E aí meninas? Vocês gostam? Quem experimentar qualquer uma das versões, tire foto e mostre para nós 😉

Para quem não sabe, o It Some Girls tem uma página exclusiva no Facebook! Clique aqui   e dê um “curtir” para saber de todas as novidades do blog!!

Demaquilantes


Todo mundo já ouviu falar que remover a maquiagem no fim do dia é importante para a saúde da pele. Porém, diante de tantas opções, muitas de nós ficamos na dúvida de como remover e quais os produtos adequados. Acho que o maior desafio é remover o rímel a prova d água. Quem nunca acordou como o Alice Cooper ou um panda?

Pesquisei algumas opções eficientes para esse trabalho sujo, mas digo desde já que o meu preferido é o shampoo Johnson`s Baby – não arde os olhos, é hipoalergênico remove o rímel e o delineador a prova d`água com excelência e deixa a pele macia. Outro clássico é o demaquilante bifásico Bi-Facil da Lancôme, ótimo para quem usa lentes de contato, pois é oftalmologicamente testado e com algum esforço cumpre o trabalho pesado, principalmente na hora de remover muitas camadas de rímel. Outro produto que eu gosto muito e chamo de demaquilante da preguiça é a Água Demaquilante Suave Karité da L`Occitane, ela limpa tonifica e hidrata de uma vez só, como a embalagem é spray, é só borrifar no rosto e retirar com algodão. Remove legal a maquiagem do dia a dia, mas não remove a maquiagem pesada dos olhos, aí o jeito é finalizar com uma gota de shampoo Johnson`s, mesmo assim tenho um apego a esse produto, sem falar que a embalagem de 200 ml dura uma eternidade.

Qual o seu demaquilante favorito? Deixem comentários, vamos trocar sugestões!!